Retrô x Vintage, você sabe a diferença?

22 novembro


Vindos direto do túnel do tempo Retrô e Vintage são clássicos, seja na moda, na fotografia ou na decoração. Eles tem lugarzinho reservado no coração dos fashionistas.
Que foi? Estranhou eu usar os termos Retrô e Vintage como coisas diferentes, né? Pois saibam que são mesmo! Com certeza, um dia, você  já teve essa dúvida ou já usou o termo de forma inadequada.

É comum em sites de venda na internet ou em brechós, por exemplo, o uso dessas nomenclaturas como se fossem sinônimos. Pode não parecer à primeira vista, mas o Retrô e o Vintage apesar de parecidos  possuem algumas diferenças identificáveis. Vamos diferenciá-los?

 Vintage

Aplique o conceito do vinho à moda e você entenderá. Ainda não entendeu? Vou dar um exemplo:

Sua avó lhe dá um vestido que era dela quando jovem e mesmo com o tempo o vestido continua conservado e pode ser aproveitado, isso é Vintage! Peças antigas que conservam suas características originais e podem ser usadas depois de uma boa lavagem!



Estes looks são apenas ilustrativos, pois não dá para ter certeza de que estas roupas são Vintage, mas observando as modelagens qualquer uma delas poderia ser. 


Na minha opinião, se você faz alguma alteração que mude as características originais da peça [como mudar a cor ou tirar as mangas] ela deixa se ser Vintage, vira uma peça nova! Agora se for apenas uma alteração boba como ajustar uma alça, por exemplo, tudo bem. Acho que o legal do Vintage é conservar a originalidade da peça.

 Retrô



Esse conceito é mais simples, né? O Retrô é a releitura de uma peça ou tendência que agrega características do conceito original. As peças são novas!

Então, de forma simples: o Vintage é algo velho com a aparência de novo. E o Retrô é algo novo com a aparência de velho. Em minhas pesquisas vi gente relacionando Vintage com os anos 20 e 30 e o Retrô com os anos 40, 50 e 60. Mas isso não tem nada haver!

Esses conceitos também se aplicam às roupas, aos móveis, aos acessórios, à decoração e a uma infinidade de outras coisas.


No Brasil o estilo não é muito usado pelas famosas. Neste momento só me recordo da cantora Malu Magalhães. Mas em geral, é visto em eventos ou editoriais de moda. Já fora do país o estilo tem adeptas mundialmente famosas. É o caso das americanas Lana Del Rey e Taylor Swift e da britânica mais maluquinha que o mundo já viu, Amy Winehouse. 

Curtiram? Depois dessa ninguém erra mais né?!

  • Compartilhe:

Você também vai Gostar

0 comentários

Curtiu? Deixe seu comentário!

As imagens usadas no blog são extraídas da internet e algumas não possuem os créditos do autor. Caso encontre alguma imagem de sua autoria, comunique ao endereço contato@pautandoestilo.com para que sejam devidamente creditadas.