Top 5: Cinco coisas que eu quis ser

28 maio


E no Top 5 de hoje eu conto cinco coisas que eu quis ser quando criança. Esse tema eu encontrei no blog Dreams em Paris e achei que encaixava perfeitamente na ideia da nossa tag que é trazer temas diferentes que não sejam necessariamente moda, beleza e afins.

Quando estava procurando as fotos para ilustrar o post vi que algumas coisas ainda não são de todo o impossível pra mim. Quem sabe um dia né?! Percebi também que gosto de profissões que tenham contato com público comunicação e afins, mas isso vocês já perceberam, não é?

Cantora

Pink
Como dizia a minha comunidade no Orkut "Eu seria uma ótima cantora pop"- principalmente se tivesse uma voz bonita- hahahaha. Enfim, fui barrada pela falta de talento vocal e falta de aptidão para tocar instrumentos musicais. Quando eu fazia capoeira (há mil anos atrás) sempre ficava na percussão (atabaque) porque nunca aprendi a tocar nem pandeiro nem berimbau.

Bailarina



Também quis ser bailarina, quem nunca? Inclusive fiz ballet clássico por quase 5 anos, fiz apresentações em teatro e guardo carinhosamente os meus figurinos e a minha sapatilha de ponta.


Apresentadora de TV

Arlindo Grund e Isabella Fiorentino

Not bad para quem é jornalista, não é mesmo? Quem sabe um dia vocês me vejam na TV. Sempre me identifiquei programas de entretenimento e se pudesse falar de moda seria perfeito <3!

Empresária

Alice Ferraz
Outra coisa que também não é impossível! Queria ser empresária na área de moda, mas na comunicação também existe essa possibilidade. Vocês sabiam que, fora o FHits. a Alice Ferraz tem uma empresa de comunicação e publicidade? Pois é! Acho bem bacana e adoro a área de assessoria de comunicação (trabalhei com isso nos últimos dois anos). Também adoro publicidade e até penso em fazer uma segunda habilitação (Comunicação Social tem umas sete habilitações, jornalismo é uma).

Designer de Moda

Stella McCartney que além de diva do design é vegana!
Tá ai a coisa que mais quis ser na vida! Minha avó é costureira e com isso acabei me apaixonando pela moda. Enquanto as crianças da minha idade liam gibis, eu lia a revista Manequim na casa da vó! Ainda tenho vontade de trabalhar com isso, adoro essa parte de criação, de ver o tecido ganhar forma.

Enfim, para mim esse post muito inspirador. Lembrei de coisas que queria ser e percebi que outras não estão tão longe da minha realidade. Não está tarde nem para mim nem para vocês!

  • Compartilhe:

Você também vai Gostar

0 comentários

Curtiu? Deixe seu comentário!

As imagens usadas no blog são extraídas da internet e algumas não possuem os créditos do autor. Caso encontre alguma imagem de sua autoria, comunique ao endereço contato@pautandoestilo.com para que sejam devidamente creditadas.